Praias da Região dos Lagos são as que mais avançaram em balneabilidade nos últimos 4 anos

Um levantamento anual feito pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) mostrou que, nos últimos quatro anos nas praias da Região dos Lagos, os dias considerados próprios para o banho subiram de 62% para 91%. De acordo com os dados atuais, a região foi a que mais avançou no estado do Rio de Janeiro na questão de balneabilidade das praias.

Segundo o Inea, as cidades de Búzios, São Pedro da Aldeia e Iguaba Grande são as que têm todas as praias aptas para receber banhistas. O levantamento aponta também as águas da Lagoa de Araruama.

O Instituto informou que apesar dos dados positivos, a região ainda tem locais que não são apropriados para o banho.

Em Cabo Frio, os trechos inapropriados para o banho são: a Praia do Siqueira e o trecho do Canal do Itajuru no Bairro Passagem. Em Arraial do Cabo, o instituto aconselha que os banhistas evitem o trecho da Praia dos Anjos em frente à igreja.

Em Saquarema, não são indicadas para banho a Lagoa de Itaúna e a Lagoa do Boqueirão. Já em Araruama, de acordo com o Inea, cinco trechos são impróprios para banhistas.

O órgão disse ainda que monitora semanalmente a qualidade da água e a quantidade de bactérias presentes nela.

Atualmente, 72% do esgoto é tratado em Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Búzios e Arraial do Cabo.

Carlos Roma, presidente da Prolagos, empresa responsável pelo abastecimento de água e saneamento nessas cidades, disse que a empresa vai investir em novas obras e no combate ao despejo clandestino de esgoto na Lagoa de Araruama.

Em Araruama, o abastecimento é de responsabilidade da empresa Águas de Juturnaíba e a concessionária informou que uma estação de saneamento tem previsão para entrar em operação no final do ano e que isso irá resolver o problema de balneabilidade nas praias da Pontinha e do Barbudo.

Alguns banhistas em Araruama reclamam que as praias não possuem placas de identificação sobre o estado da água e, por isso, fica difícil de saber se podem ou não tomar banho no local.

De acordo com o Inea, a instalação de placas indicativas é de responsabilidade das prefeituras mas que a instalação não é uma exigência nas praias da Região dos Lagos. Até a publicação desta matéria, a Prefeitura de Araruama não se pronunciou sobre as placas de indicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *